12 Novembro 2011

São momentos assim que valem tudo valer a pena


Ontem foi o meu último dia de estágio no serviço de Cirurgia e ao longo do dia o meu coração foi ficando pequenino, muito pequenino. Posso queixar-me que é muito cansativo, que trabalhar por turnos me deixa a vida ao contrário e completamente exausta, que chegamos a casa e ainda temos que nos agarrar aos livros e estudar, estudar, estudar, e depois o nervosismo constante, o "será que vou ser capaz?". Mas apesar de todas as minhas queixas adorei este estágio.
A maioria dos enfermeiros (existem sempre aqueles que queremos ver longe... infelizmente há pessoas que não se lembram que também foram alunos e que ninguém nasce ensinado...), os assistentes operacionais, os administrativos, as senhoras da limpeza, as senhoras do refeitório, alguns dos médicos, os voluntários... Só tenho a dizer: Muito Obrigada! Obrigada por nos terem ensinado tanto, obrigada pelos desejos sinceros de boa sorte, obrigada pela simpatia, obrigada pela ajuda!
E depois existe o outro lado... os doentes (ou utentes, ou clientes). E a esses também o meu grande "Obrigada!" pelo carinho, pela confiança (mesmo quando ficavam receosos por sermos novatos :) ). E se isto tudo não chegasse já para ter sido tão bom... Há momentos que fazem tudo valer a pena. E ontem o dia ficou recheado de momentos desses: quando uma velhinha de 91 anos (a avozinha, como a tratávamos carinhosamente) que teve alta, chora ao despedir-se de nós por a tratarmos tão bem, e depois vemos que a neta chora também ao agradecer-nos. Confesso que foi difícil segurar as lágrimas! E então chegou o fim do turno, e a hora de despedida aos nossos doentinhos. E foi bonito. Sentir-mos que eles nos agradeciam com o coração e nos desejavam muita sorte e alguns deles a ficarem com as lágrimas nos olhos ao saberem que íamos embora. E uma surpresa: uma doente que nos ofereceu um bolo de despedida, "um miminho para as nossas enfermeirinhas", como ela disse.
E também um agradecimento ás minhas colegas. Tive a sorte de ter boas colegas, que ajudavam quando era preciso. Apesar de termos tido poucos turnos em conjunto, foi bom trabalhar com elas.

Agora segue-se uma nova etapa: estágio em psiquiatria. Confesso que estou muito receosa...

11 Novembro 2011

Outono

Pronto, agora sim estamos no Outono (com o novo acordo ortográfico escreve-se com letra pequena, não é)! Agora que já temos frio, chuva, lareira acessa e já comi castanhas, nozes, batata doce, dióspiro e romã!
E voltaram os lanchinhos que eu tanto adoro, onde não pode faltar uma mantinha, um sofá, uma série ou filme daqueles mesmo bons (o típico filme de domingo á tarde...), e claro, uma bebida quente que pode ir desde chá, a galão, chocolate quente ou capuccino acompanhado de uns scones, umas panquecas, rabanadas, torradas ou um bolo acabadinho de fazer. E estes pequenos momentos sabem-me tãaaao bem! Para ser perfeito... bem, para ser perfeito falta o M. ao meu lado...

24 Outubro 2011

26!!!!!!

Mais um ano.
26!
Muitos parabéns!
Daqueles que interessam.
Os melhores do mundo, um inesperado telefonema que no fim me levou ás lágrimas.
Alguém de quem esperava... que passou o dia comigo e que não teve uma palavra para mim.
Triste!
Mais lágrimas... desta vez de tristeza...
Prendinhas.
Bom jantar.
Bolo de chocolate com morango.
E para terminar este dia tão meu, um filme com o meu amor.
:)

18 Outubro 2011

Nem eu acredito!

Em dia de folga e em que podia estar na caminha até me apetecer, levantei-me ás 7:30 H para ir fazer uma caminhada! A minha mãe ficou parva quando me viu levantada àquela hora e até eu me surpreendi com a minha atitude! Bem, não sei se a motivação não terá sido o pastel de nata, o folhado e as fatias de bolo de cenoura de ontem...
De qualquer maneira, fiz uma caminhada de 1:30 H (sei lá eu quantos km!) e ás 10:30 h já tinha tomado banho, arranjado as unhas dos pés e mãos e aspirado e lavado o chão de toda a casa. E sim, o dia parece-me muito maior e há muito mais tempo para tudo, mas... custa-me sempre tanto levantar! Entretanto já almocei; arrumei a cozinha, lavei os sapatos; actualizei o inventário da despensa e actualizei a minha agenda. Pronto, pronto! Confesso que também já dormi uma sesta, mas tenho que aproveitar para descansar que os próximos turnos vão ser duros e hoje ainda há muito que fazer!

15 Outubro 2011

Ninguém disse que era fácil...

Isto de fazer turnos atrás de turnos não é fácil. Os dias ao contrário, descansar á pressa para ir fazer outro turno, o cansaço a acumular-se... E agora lá vou eu para mais um turno. É sair pelas 00:30 h, chegar a casa, tomar banho, comer qualquer coisa e dormir. E depois ás 6:40 h o despertador a tocar e mais um turno pela frente.
Não é fácil não, e estaria a mentir se dissesse que quem corre por gosto não cansa. Mas tou a fazer o que gosto e isso faz-me sentir completa :)
Niguém disse que ser enfermeira era fácil, mas um dia destes falo sobre isso.

10 Outubro 2011

O vestido!

E já que os últimos posts antes de desaparecer daqui foram sobre os possíveis vestidos que poderiam ser o eleito para os casamentos (levei o mesmo outfit aos dois casamentos, uma vez que não tinham nada a ver um com o outro), vou-vos mostrar o vestido eleito. Tal como eu queria, um vestido simples, que desse para muitas outras ocasiões e barato. Encontrei-o na Zara e adoro-o!

E o que andaste tu a fazer este tempo todo, Menina de Salto Alto?

Pois que andei a espalhar magia por Coimbra, Lisboa, Algarve e Alentejo. Muito bem acompanhada pelo M.! E houve de tudo! Banhos na praia, piscina e rio. Festas populares. Pernas á mostra. Compras. Muuuuitos quilómetros (e aquela maldita Serra do Caldeirão... Nunca mais!). Casamentos. O melhor casamento de sempre! Go Car! Gelados. Muitos gelados! Bolas de berlim. Muitas farturas. E churros! E pipocas. E pão com chouriço. E mais 3 Kg!!! Muitos saltos altos. E muitas sandálias rasas. Óculos de sol. Conduziiiir! Mas nem tudo foi bom... Também houve muuuuito estudo e muitos dias de seca. Exames médicos e análises e consultas que nunca mais acabavam. E flores de papel. E as festas da minha cidade. E entretanto iniciou-se um ano de estágio (hoje!) e muitos nervos á mistura. E agora que não posso comer chocolate, que é que vou fazer á minha vida?!

E foi mais ou menos isto... Foi bom! Mas acabou-se!
Agora é hora de arregaçar as mangas e fazer-me á vidinha! Muito trabalho, poucas horas de sono, muita ansiedade e muitas dores de cabeça é o que me espera nos próximos meses. Mas é a fazer aquilo que eu gosto :)